As adoções – e devoluções – que convivemos diariamente.
Oi, meu nome é Serafim.
Vocês devem ter ouvido falar de mim por aqui. A minha história é triste, mas o final ainda está em aberto.
Eu fui estuprado. Fui machucado, ferido, e largado depois. Me laceraram e meu rabo foi quebrado na base. Eu senti muita dor.
Fui encontrado por uma tia que me levou pra ser cuidado, e depois deu tudo certo.
Mas eu tive sequelas. Além de ter um calculo na bexiga que foi retirado, eu perdi o controle do esfincter, e faço cocô sem perceber. Também tenho incontinência urinária, e tenho feito acupuntura pra melhorar isso.
O problema é que tudo isso foi avisado pra pessoa que se interessou por mim e decidiu me adotar. Ela me fez visitas constantes e até me deixou as roupas dela pra eu ir me adaptando ao seu cheirinho. Era mto gostoso.
E então chegou o dia dela me levar pra casa. E aparentemente, eu não era aquilo que ela sonhou. Ela não teve energia pra limpar minhas sujeiras, mesmo sabendo que isso ia acontecer. E me devolveu no dia seguinte depois de ter me levado embora.
Fiquei dois dias perdido. Sem entender nada. Não conseguia falar, meu miado não saia. Me sentia perdido. Eu tava tão bem e tão feliz, e de repente eu tava de volta na minha gaiola.
E agora dizem que estou pra adoção de novo.
Eu procuro então um novo dono. Alguém que me veja como eu sou, e que goste de mim mesmo assim.
Eu dou trabalho, mas quem não dá? Meu amor compensa. Por favor, acredite em mim. Eu arraso no amor!
Se alguém me quiser, chama o tio Pam, no telefone (11) 97653-0664.
Sigo buscando um lar.
Será que pode ser você?
.
Apenas lares seguros e telados. Castrado, vacinado, vermifugado. Adoção em SP.
Ajude Compartilhando Nas Redes Sociais